Blog

ACNE NA GESTAÇÃO

Publicado em 8 de setembro de 2015 por Rafaela Zanella

ACNE NA GESTAÇÃO

Algumas mulheres têm acne durante a gestação. Isso acontece pelo aumento de um hormônio chamado progesterona. Com essa alteração hormonal, a pele fica mais oleosa, o que desencadeia o surgimento dos cravos e espinhas.
O excesso de oleosidade é mais exacerbado no último trimestre da gestação, mas desde o começo é essencial tomarmos alguns cuidados.

Segue algumas dicas básicas para cuidarmos da nossa pele durante essa fase tão linda:

✅ Remova sempre a maquiagem antes de dormir, isso deixa seus poros livres, e sua pele consegue “respirar”

✅ Faça uma limpeza de pele mensalmente, mas fique atenta aos produtos e aparelhos que serão utilizados! Muitos ativos e aparelhos são contra indicados, principalmente no primeiro trimestre.

✅ Não fique apertando as espinhas e cravos, além de piorar o problema, podem surgir manchas e cicatrizes na pele.

✅ Lave o rosto com um produto adequado para o seu tipo de pele, e no máximo 3 vezes ao dia. Lavar mais do que 3 vezes vai estimular a oleosidade.

✅ Utilize filtro solar livre de óleo (oil free).

✅ Faça uma drenagem linfática manual no rosto, além de desintoxicar a pele, ajuda a relaxar!

 Essas dicas são básicas e servem para todas as futuras mamães!! Em caso de acne mais severa durante esse período, provavelmente será necessário utilizar ácidos e antibióticos, é claro, permitidos durante toda a gravidez!

INCHAÇO NA GESTAÇÃO

Publicado em 8 de setembro de 2015 por Rafaela Zanella

inchaço na gestaçao

 

Graças a Deus, até o momento tive uma gestação muito tranquila, trabalhei até a 36a semana, tive enjôos apenas nos 3 primeiros meses, poucos episódios de dores na coluna e não tenho tido tanto inchaço como eu imaginava que teria, então quero aproveitar para compartilhar algumas dicas com vocês. Hoje o post é sobre INCHAÇO na gestação.

Algumas dicas para aliviar esse inchaço que acomete mais de 75% das gravidinhas:

 ✅ Coloque as pernas para cima! Sempre que estiver sentada ou deitada, aproveite para elevar as pernas, isso trará um alívio bastante grande em relação a sensação de “peso nas pernas”.

✅ Se tiver liberação do seu médico, faça exercícios físicos regularmente e sempre acompanhada por um profissional que entenda desse universo das gestantes, pois existem exercícios específicos que são mais indicados para cada fase da gestação. Eu tenho uma personal (Miriam Rocha Lerina)que intercala hidroginástica, caminhadas e exercícios de alongamento.

✅ Beba bastante líquido. Por mais que pareça contraditório, quanto mais água você bebe, menos água você retém.

✅ Evite utilizar sapatos com saltos altos. Nessa fase, devemos optar pelo conforto. Os sapatos de salto, além de serem desconfortáveis, dificultam a circulação sanguínea.

✅ Faça drenagem linfática pelo menos 2 vezes por semana. Além de relaxar e diminuir a retenção de líquidos, ela ajuda a desintoxicar o organismo, estimula a lactação, e combate celulite e varizes.

✅ Diminua o consumo de industrializados, que são ricos em sódio, gorduras e conservantes que fazem mal ao organismo e dificultam a circulação sanguínea.

✅ Evite ficar muito tempo em pé, isso favorece o acúmulo de líquido nos membros inferiores. Para quem trabalha sentada, o mais indicado é fazer pequenas caminhadas durante o dia.
✅ Tenha uma alimentação equilibrada! O acompanhamento de um nutricionista durante esses meses é bastante importante.

 

 

PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS DURANTE A GESTAÇÃO

Publicado em 8 de setembro de 2015 por Rafaela Zanella

Um questionamento bastante comum entre as gestantes é a respeito dos procedimentos estéticos que podem ser feitos durante esses 9 meses.

 

 Toxina Botulínica: Contra-indicada durante a gestação para fins estéticos. Durante a amamentação também é contra-indicada pelo fato de não sabermos se a droga pode ou não ser excretada no leite materno.

  Peelings: Os peelings químicos são relativamente contra indicados, em especial o de ácido retinóico, ácido salicílico e enxofre. Apesar de não termos evidências de que o uso tópico dessas substâncias causem alguma repercussão no feto, não utilizamos essas substâncias durante a gestação. Já os peelings físicos (exemplo a microdermoabrasão) e o peeling de ácido glicólico (até determinada concentração), não apresentam contra-indicação. Mas vale lembrar que as futuras mamães têm uma tendência maior a uma hiperpigmentação pós inflamatória (manchas após os procedimentos), e também possuem uma cicatrização mais lenta. O ideal é sempre realizarmos procedimentos mais superficiais.

 Preenchimentos: Não temos evidências com o uso de preenchedores durante a gravidez, mas é praticamente unânime a opinião dos médicos que não devemos realizar esse procedimento em pacientes gestantes.

 Laser e Luz Intensa Pulsada: O ideal é não utilizar esses aparelhos para fins estéticos durante a gestação.

✔ O ideal é sermos prudentes quando o assunto é procedimentos estéticos em gestantes, e avaliarmos sempre o custo/benefício do tratamento proposto.

 

 

Manchas e a Gestação

Publicado em 1 de setembro de 2015 por Rafaela Zanella

HyperpigmentationBlogpic

 

 

A pele das gestantes fica mais sujeita a manchas pelo fato de os estrógenos e progestógenos estimularem a melanogênese, que é a formação da melanina. Nas grávidas, os hormônios estão aumentados, isso causa a alterações pigmentares como: surgimento de manchas, escurecimento dos mamilos, sardas e pintas, e também o aparecimento de uma linha escura na barriga.

 

Essas manchas não aparecem apenas durante a gestação, elas podem surgir até 3 ou 4 meses após o parto.

 

As manchas na face, principalmente nas “maçãs” do rosto, e na fronte (testa), chamamos de melasma ou cloasma, são resistentes a muitos tratamentos, tem tendência de recidivas e quanto mais alto o fototipo (mais escura a pele), mais fácil a pele mancha!!

 

A melhor maneira de prevenir essas manchas é com o uso de filtros solares com proteção UVA e UVB. Na gestação, os filtros mais indicados são os 100% físicos.

Também podemos utilizar alguns produtos clareadores específicos durante essa fase, porém eles devem ser usados com cautela e sempre com acompanhamento médico.

Página 1 de 3123