Blog

DERMATOSE PAPULOSA NIGRA

Publicado em 5 de setembro de 2013 por Rafaela Zanella

dermatose papulosa nigra

Trata-se de doença benigna que representa uma forma clínica específica da ceratose seborréica. Pode atingir qualquer pessoa, sendo mais frequente a sua ocorrência em negros e mulatos, e no sexo feminino.

As lesões surgem preferencialmente na idade adulta, mas também pode ocorrer na juventude.

As lesões são pequenas, elevadas, de cor marrom escuro ou mais escuras, e atingem principalmente a face e o pescoço. São assintomáticas e começam formando pequenos pontos, do tamanho de uma cabeça de alfinete que crescem progressivamente até cerca de 2 a 5 milímetros de diâmetro. Podem se unir, formando placas maiores.

Novas lesões vão se formando ao longo da vida e, em alguns casos, atingem um grande número, o que provoca considerável prejuízo estético, devido ao aspecto resultante de pele manchada.

O tratamento da dermatose papulosa nigra é simples, traz resultados estéticos muito satisfatórios  e pode ser realizado em consultório médico, sem necessitar de internação hospitalar. Consiste na destruição das lesões, que pode ser obtida através da cauterização química, criocirurgia (com nitrogênio líquido) ou eletrocoagulação.