Blog

Estrias

Publicado em 15 de dezembro de 2014 por Rafaela Zanella

estrias

As estrias de distensão são decorrentes da ruptura de fibras de colágeno e elastina na derme, quando submetidas a distensão rápida e intensa. Podem ocorrer em qualquer pessoa que passa por algum estiramento cutâneo: ganho de peso, exercícios com aumento rápido do volume muscular, uso de corticosteroides, colocação de próteses de silicone e gestação.

 

Uma vez instaladas, devemos iniciar algum tratamento o quanto antes, para atenuá-las, visto que a erradicação delas é incerta. Se elas ainda estiverem vermelhas, a chance de sucesso no tratamento é muito maior.

Quando falamos sobre tratamento para estrias, os resultados nem sempre são tão satisfatórios, e é muito importante que a expectativa do paciente seja diminuída. Hoje temos no mercado diversas opções terapêuticas, entre elas: Laser de CO2, Microagulhamento, Luz Intensa Pulsada, Peelings Químicos, Radiofrequência e diversos cremes com ativos específicos que podemos manipular para uso em casa. Muito importante para diminuir a chance de desenvolver a estria é manter a pele sempre muito bem hidratada!

O ideal é consultar com um médico e discutir junto qual a melhor opção de tratamento para cada caso.

** Lembre-se: Não use receitas que foram prescritas para amigas e/ou familiares, pois o que foi bom para uma pessoa, pode não ser o ideal para você, e ainda, agravar o seu problema.